quarta-feira, maio 09, 2007

Amores escorregadios


Há amores passageiros. Fugazes paixões, intensas até mais não, que terminam num enorme vazio. O que nos motiva a entregarmo-nos a esses castelos de areia, que num ápice se deixam levar pela fresca onda do mar, só cada um poderá responder por si, mas o certo é que são claramente irresistíveis. Questiono se compensará o bem que sabe pelo mal que faz... A verdade é que, na maioria dos casos, embarca-se neste novelo embaraçado sem verdadeiramente se conhecer o seu estado e, quando se dá por isso, comprámos um bilhete só de ida e fica-nos bem cara a viagem de volta.

1 comentário:

*Lolla* disse...

Ai amiga percebo exe teu sentimento. Mas ja sabes agarra o k de bom tens! Essa viagem cara um dia serás recompensada por ela. Beijkas!Adrt!